Ultimas

Post Top Ads


11 de maio de 2020

Homem é ouvido pela Polícia Civil de Caraúbas após gravação de áudio com informações falsas e emite Nota de Retratação

Homem é ouvido pela Polícia Civil de Caraúbas após gravação de áudio com informações falsas e emite Nota de Retratação


O delegado Dr. Verilton Carlos Barbosa Pereira, titular da Delegacia de Polícia Civil de Caraúbas, intimou nesta segunda-feira (11), a pessoa de Indiomar Batista de Oliveira, de 45 anos, para trazer esclarecimentos sobre uma gravação de um áudio em grupo de WhatsApp informando a população que para retirar as motos apreendidas na ação das polícias do Grupo Tático Operacional (GTO) e da Rádio Patrulha (RP), onde mais de 70 motos foram apreendidas em evento de Motocross (RELEMBRE), o cidadão teria que pagar R$ 200 reais.

Durante a oitiva com delegado, Dr. Verilton Carlos, foi perguntado a Indiomar Batista, o que ele quis dizer com a mensagem e se alguma pessoa antes teria passado essa informação para ele, que para retirar a moto teria que pagar R$ 200 reais. Oportunidade em que ele explicou que não tinha ouvido isso de ninguém, que tinha se expressado mal e em momento algum quis dizer que a polícia tinha cobrado propina para liberar as motos, apenas tinha feito uma brincadeira no grupo com um primo que tinha participado do Motocross. Ele afirmou que foi só uma brincadeira e o áudio sobre o pagamento dos R$ 200 reais não condiz com a verdade dos fatos.

Nota de Retratação de Indiomar Batista

Eu, Indiomar Batista de Oliveira, de 45 anos, residente no Sítio Pedrês, estou vindo a público pedir desculpas a instituição da polícia civil e militar de Caraúbas por um áudio gravado em um momento de confusão, em que por brincadeira de mal gosto, disse que para retirar a moto precisava de pagar R$ 200 reais. Não foi de má fé que gravei esse áudio, que ficou com a ambiguidade, dando dois sentidos, que na realidade eu quis dizer que o pagamento dos R$ 200  reais era no sentido de penalizar as pessoas que estavam descumprido os decretos Estadual e Municipal e não de pagar propina a polícia.

Quero vim a público pedir desculpas todos os policiais do GTO, RP e a polícia civil de Caraúbas por esse mal entendido e pedir desculpas a qualquer outra pessoa que venha se sentindo ofendido pelo áudio que gravei.


Caraúbas, 11 de maio de 2020.


Indiomar Batista de Oliveira


--- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ---

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Seguidores