Ultimas

Post Top Ads


9 de fevereiro de 2021

Lira informa que relatório sobre autonomia do Banco Central será apresentado nesta terça aos líderes

Lira informa que relatório sobre autonomia do Banco Central será apresentado nesta terça aos líderes
Arthur Lira concede entrevista ao lado de Paulo Guedes, Roberto Campos Neto, e do deputado Sílvio Costa Filho — Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados



O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), voltou a defender a previsibilidade das pautas a serem votadas pelo Plenário e informou que o parecer à proposta de autonomia do Banco Central (PLP 19/19) será apresentado nesta terça-feira (9) aos líderes da base e da oposição, em um almoço na residência oficial.


Lira participou de encontro com o ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e o relator da proposta, deputado Sílvio Costa Filho (Republicanos-PE).


Para o presidente da Câmara, o projeto vai garantir estabilidade para evitar que governos intervenham na política monetária. “Amanhã teremos essa discussão, mas sem diminuir em hipótese alguma o combate à pandemia, a vacinação e os temas que facilitem a abertura de novas filas para que os brasileiros tenham acesso à vacina no Brasil”, disse Lira.


Estabilidade monetária

O ministro Paulo Guedes considera a aprovação da proposta decisiva para "garantir a estabilidade monetária" do País. Ele elogiou o relatório do deputado Sílvio Costa Filho e torce para que seja aprovado. Segundo o ministro, o texto foi discutido ao longo do dia pela equipe econômica e o relator. Guedes destacou que há mais de 40 anos os economistas defendem a autonomia do Banco Central. “Isso agora está sendo estabelecido e é um momento de celebração, estamos esperançosos que Câmara consiga aprovar esse projeto”, afirmou Guedes.


O relator, deputado Sílvio Costa Filho, afirmou que o encontro tem um forte simbolismo porque mostra a retomada do diálogo. Segundo ele, a aprovação do projeto vai dar uma sinalização importante para o País. “Não só preocupação social, mas, sobretudo, com o emprego e a renda, porque é a renda que traz tranquilidade e felicidade para as pessoas”, disse.


Agência Câmara

Nenhum comentário:

Seguidores