Icém Caraúbas Há três dia de adotado, cachorro Pit Bull ataca a própria dona e mais 3 pessoas no RN - Icém Caraúbas Há três dia de adotado, cachorro Pit Bull ataca a própria dona e mais 3 pessoas no RN - Icém Caraúbas

Ultimas

Post Top Ads








sexta-feira, 25 de junho de 2021

Há três dia de adotado, cachorro Pit Bull ataca a própria dona e mais 3 pessoas no RN

Há três dia de adotado, cachorro Pit Bull ataca a própria dona e mais 3 pessoas no RN
Cachorro de 1 ano e 5 meses foi adotado através de anúncio na internet — Foto: Kléber Teixeira / Intertv Cabugi



Um cachorro da raça pit bull atacou 4 pessoas no bairro Planalto, em Natal, na noite desta quinta-feira (24). Uma das vítimas do ataque foi a própria dona que tinha adotado o animal há 3 dias. Ninguém se feriu com gravidade.


A dona do animal, a estudante Geovana Martins, contou que foi ao mercadinho do bairro com a amiga, Ruth Teixeira e resolveu levar o cachorro, Brad, da raça pit bull de 1 ano e 5 meses, pra dar um passeio.


"Quando a gente tava dentro do mercado, eu aproveitei pra brincar com ele, porque eu já tinha tido contato com ele, e ele tinha reagido muito tranquilo. Eu achei que ele ia brincar comigo, porém ele deu a mordida no meu braço", contou Ruth.


Ela conta que várias pessoas tentaram ajudar, mas o pit bull só soltou o braço dela quando uma funcionária do mercado jogou água gelada no animal. Ruth sofreu uma mordida no antebraço esquerdo e precisou passar por um procedimento no hospital, inclusive com anestesia.


Depois de soltar o braço de Ruth, ele avançou em outras pessoas, inclusive na própria dona, Geovana . Ele mordeu Geovana no punho direito, próximo ao seio esquerdo e na perna. Ela diz não lembrar direito como tudo aconteceu.

Ruth Teixeira e Geovana Martins, dona do animal, tiveram ferimentos — Foto: Kléber Teixeira / Intertv Cabugi


O cachorro deu duas mordidas em uma senhora que estava saindo da igreja que fica em frente ao mercadinho e em outra mulher que também estava tentando ajudar.


Geovana disse que só fazia 3 dias que estava com o cachorro, que tinha sido adotado através de um anúncio na internet. Segundo ela, o anúncio dizia que o animal era dócil com humanos. "Dizia que ele não tinha comportamento agressivo com humanos, só não se socializava com animais", conta.


O pit bull foi preso no quintal da casa de Geovana e ela decidiu acionar o Centro de Zoonoses para que o animal seja recolhido.


Inter TV Cabugi/G1RN

Nenhum comentário:

Seguidores