Icém Caraúbas Furacão Ida: 700 mil pessoas estão sem energia elétrica nos Estados Unidos; veja vídeo - Icém Caraúbas Furacão Ida: 700 mil pessoas estão sem energia elétrica nos Estados Unidos; veja vídeo - Icém Caraúbas

Ultimas

Post Top Ads







domingo, 29 de agosto de 2021

Furacão Ida: 700 mil pessoas estão sem energia elétrica nos Estados Unidos; veja vídeo


Após a chegada neste domingo (29) do furacão Ida na costa perto de Port Fourchon, no estado da Louisiana, nos Estados Unidos, mais de 700.000 pessoas estão sem energia em todo o estado. A cidade inteira de Nova Orleans está sem eletricidade, segundo a companhia de preparação de emergência da região.


O furacão Ida enfraqueceu ligeiramente para uma tempestade de categoria 3 com ventos máximos de 200 km/h, de acordo com a última atualização do Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC, na siga em inglês).


Já há abrigos para acolher 1.900 pessoas em várias cidades do estado de Louisiana. Autoridades pedem que a população fique em casa, porque os ventos fortes têm gerado grandes estragos.


Furacão Ida é a tempestade mais forte que já atingiu a Louisiana

Ao atingir a costa como um furacão de categoria 4, de cerca de 240 km/h, o Ida é a tempestade mais forte que já atingiu a costa da Louisiana.


O furacão Ida pode ser comparado com o Laura (2020) e o furacão Last Island (1856), como um dos mais fortes a atingir a região. Louisiana se torna o primeiro estado norte-americano a registrar furacões com ventos de 240 km/h em anos consecutivos. Um furacão de categoria 4 tem mais de 250 vezes o potencial de danos que uma tempestade de categoria 1 (120 km/h), de acordo com análises da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional, dos Estados Unidos (NOAA, na sigla em inglês).


Os ventos mais fortes se estendem por 80 quilômetros do centro, já as tempestades tropicais se estendem por 240 quilômetros. A previsão é que o centro do furacão passe a cerca de 48 quilômetros a oeste de Nova Orleans.

Crédito: 27/08/2021NOAA/Divulgação via REUTERS



CNN Brasil

Nenhum comentário:

Seguidores