Icém Caraúbas Foragido há 9 anos por tráfico é preso em laboratório de cocaína no RN - Icém Caraúbas Foragido há 9 anos por tráfico é preso em laboratório de cocaína no RN - Icém Caraúbas

Ultimas

Post Top Ads




quarta-feira, 13 de abril de 2022

Foragido há 9 anos por tráfico é preso em laboratório de cocaína no RN

Foragido há 9 anos por tráfico é preso em laboratório de cocaína no RN



Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) e policiais rodoviários federais, nesta quarta-feira (13), deram cumprimento a dois mandados de prisão e localizaram um laboratório de refino de cocaína, situado na Cidade de São Gonçalo do Amarante – na Região Metropolitana de Natal.


A operação iniciou-se na noite de ontem, quando policiais rodoviários federais, após uma informação da DEICOR, abordaram um veículo Citroen C3, sendo conduzido por Renan Silva Santiago.


Durante a abordagem o condutor confirmou que estava utilizando documento falso, por tal motivo os agentes da PRF deram voz de prisão e o conduziram para a plantão zona sul.


Já pela manhã policiais da DEICOR conduziram o autuado para ser ouvido na base da unidade, tendo sido descoberto que Renan na verdade se chama Francisco Canindé Sousa Silva, vulgo “Bento”, foragido da justiça há quase 09 anos, com dois mandados de prisão em aberto por tráfico de drogas, associação ao tráfico, etc.


“Bento” já era investigado pela DEICOR por ser o responsável em fazer a “dobra” da cocaína, a distribuição e ser o homem de confiança e braço direito de Ruan Thales, vulgo “Chuchu”, considerado um dos maiores traficantes do Estado, foragido há anos do sistema prisional potiguar.


Foram realizadas várias diligências na cidade de São Gonçalo, até que as equipes da DEICOR conseguiram localizar o laboratório de “Chuchu”.


No local foram apreendidos mais de 30kg de um pó branco, provavelmente, cocaína, aproximadamente 1kg de maconha, além de várias substâncias utilizadas para “virar a droga”, balanças, sacos para acondicionar a droga e 02 prensas hidráulicas.


As investigações continuam até que toda a organização criminosa seja identificada e presa.


Essa é mais uma ção integrada da operação HÓRUS do programa V.I.G.I.A. da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e da Segurança Pública (SEOPI/MJSP).

Nenhum comentário:

Seguidores