Ultimas

Post Top Ads


19 de junho de 2020

PM registra roubo de rebanhos de gado em duas cidades do RN

PM registra roubo de rebanhos de gado em duas cidades do RN


A Polícia Militar registrou dois roubos de gados em duas cidades diferentes, entre a noite de quinta-feira (18) e a madrugada desta sexta-feira (19). Os crimes aconteceram em Acari, região Seridó do estado, e em Macaíba, na Grande. Aproximadamente 185 quilômetros separam as duas cidades.

Em Acari, a quadrilha invadiu a propriedade de uma família na zona rural do município. A PM foi acionada por volta de 1h da madrugada, quando os bandidos deixaram a residência. Antes, os criminosos roubaram relógios, celulares e pequenos pertences, mas o alvo dos bandidos era a criação de gados da família. Cerca de 15 animais foram levados.

Segundo o comandante do destacamento da PM de Acari, sargento Emerson Santos, alguns integrantes da quadrilha chegaram a agredir as vítimas. Na propriedade estavam o dono das cabeças de gado, a esposa dele e mais quatro trabalhadores, que descasavam em um galpão. Eles foram feitos refém, durante o roubo. A polícia estima que pelo menos 8 bandidos tenham participado da ação.

Em seguida, a quadrilha fugiu em um caminhão boiadeiro utilizado justamente para o transporte de animais. Os bandidos fizeram disparos para cima para avisar que já estavam indo embora. A PM fez diligências durante toda a madrugada na região, mas não conseguiu localizar o grupo.

Quase que simultaneamente em Macaíba, na Região Metropolitana de Natal, um roubo semelhante também aconteceu na propriedade de Francisco Fernandes, de 76 anos. Ele havia retirado os sete animais do curral devido a um alagamento causado pelas fortes chuvas que caíram em todo o estado nos últimos dias.

O rebanho foi deixado em um cercado durante a noite, mas pela manhã não mais visto por seu Francisco. Diferentemente do caso de Acari, os bandidos não foram vistos pelas vítimas. "Cortaram a cerca e roubaram tudo. Ele está sofrendo muito, chamava os bichos de meu filho e minha filha", disse Rosa Maria Barbosa, filha de Seu Francisco que foi à delegacia.

"A gente tem quase certeza que é a mesma quadrilha porque o jeito de atuar é o mesmo e as vítimas relatam características parecidas. São homens perigosos. A Polícia Civil está investigando e a gente continua na luta para encontrar essa quadrilha o mais breve possível porque se o gado for abatido fica difícil a identificação" detalha o sargento Emerson Santos.

Por G1 RN, Inter TV Cabugi e Inter TV Costa Branca


Nenhum comentário:

Seguidores