Icém Caraúbas Barragem Santa Cruz do Apodi acumula maior volume dos últimos 6 anos - Icém Caraúbas Barragem Santa Cruz do Apodi acumula maior volume dos últimos 6 anos - Icém Caraúbas

Ultimas

Post Top Ads








10 de maio de 2021

Barragem Santa Cruz do Apodi acumula maior volume dos últimos 6 anos

Barragem Santa Cruz do Apodi acumula maior volume dos últimos 6 anos


O Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta segunda-feira (10), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN somam 2.159.329.550 m³, percentualmente, 49,33% da capacidade total do Estado, que é de 4.376.444.842 m³. No dia 10 de maio de 2020 as reservas hídricas eram 2.215.247.855 m³, correspondentes a 50,61% da sua capacidade total. 


A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.382.289.222 m³, equivalentes a 58,25% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. No mesmo período de 2020, o manancial estava com 1.353.845.818 m³, percentualmente, 57,05% do seu volume total.


Segundo maior reservatório do RN, a barragem Santa Cruz do Apodi acumula 236.819.860 m³, correspondentes a 39,49% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. Este é o maior volume do manancial, nos últimos 6 anos. No mesmo período de maio de 2020, o manancial estava com 216.650.940 m³, equivalentes a 36,13% do seu volume total. 


A barragem Umari, terceiro maior reservatório do RN, localizada em Upanema, acumula 214.284.036 m³, percentualmente, 73,18% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. No mesmo período do ano passado, a barragem acumulava 238.210.032 m³, correspondentes a 81,35% do seu volume total. 


O açude Rodeador, localizado em Umarizal, recebeu bom aporte hídrico das últimas chuvas e acumula 18.572.691 m³, equivalentes a 86,77% da sua capacidade total, que é de 21.403.850 m³. Na última sexta-feira (07), o manancial estava com 14.304.419 m³, correspondentes a 66,83% da sua capacidade. Já no mesmo período do ano passado, o reservatório estava com 17.273.487 m³, percentualmente, 80,70% do seu volume total. 


A barragem de Pau dos Ferros também recebeu boa quantidade de águas, acumula 23.911.694 m³, correspondentes a 43,6% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³. Na última sexta-feira (07), o manancial estava com 15.151.223 m³, equivalentes a 27,63% da sua capacidade. No mesmo período de 2020, o reservatório estava com 18.527.756 m³, percentualmente, 33,78% do seu volume total. 


O açude Santo Antônio de Caraúbas recebeu bom aporte hídrico e acumula 5.224.484 m³, correspondentes a 61,19% da sua capacidade total, que é de 8.538.109 m³. Na semana passada o reservatório estava com 4.160.529 m³, equivalentes a 48,73% da sua capacidade. No mesmo período do ano passado, o manancial acumulava 8.409.618 m³, percentualmente, 98,50% do seu volume total. 


O açude Beldroega, localizado em Paraú, acumula 6.251.698 m³, correspondentes a 77,59% da sua capacidade total, que é de 8.057.520 m³. Na semana passada o reservatório estava com 5.309.969 m³, equivalentes a 65,90% da sua capacidade. No mesmo período do ano passado, o manancial estava cheio.


O reservatório Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, acumula 7.750.000 m³, percentualmente, 77,5% da sua capacidade, que é de 10 milhões de metros cúbicos. Na última sexta-feira, o manancial estava com 7.500.000 m³, correspondentes a 75% da sua capacidade. No mesmo período de 2020, ele estava cheio. 


O açude Bonito II, localizado em São Miguel, acumula 2.102.625 m³, equivalentes a 19,35% da sua capacidade, que é de 10.865.000 m³. Na semana passada, o manancial acumulava 1.916.175 m³, correspondentes a 17,64% da sua capacidade. No mesmo período de 2020, o reservatório estava com 2.695.875 m³, percentualmente, 24,81% do seu volume total. 


Outros reservatórios monitorados pelo Igarn tiveram pequenos aportes hídricos, casos de: Alecrim, localizado em Santana do Matos, que passou de 32,57% para 32,86%; Brejo, localizado em Olho-d'Água do Borges, que passou de 20,70% para 21,53%; Jesus Maria José, localizado em Tenente Ananias, que passou de 26,73% para 27,76%; Malhada Vermelha, localizado em Severiano Melo, que passou de 29,67% para 30,93%; Morcego, localizado em Campo Grande, que passou de 56,63% para 57,1%; Pataxó, localizado em Ipanguaçu, que passou de 48,70% para 49,43%; o açude de Pilões, que passou de 41,68% para 42,77% e Tourão, localizado em Patu, que passou de 21,83% para 21,94% da sua capacidade. 


Atualmente, 5 reservatórios monitorados pelo Igarn estão com 100% da sua capacidade, caso de: Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes; Santana, conhecido como Gangorra, localizado em Rafael Fernandes; o açude de Marcelino Vieira; o reservatório de Riacho da Cruz e o açude de Encanto. No mesmo período de 2020, 6 mananciais estavam cheios, casos de: Dourado, localizado em Currais Novos; Beldroega, localizado em Paraú; Mendubim, localizado em Assu; o açude de Encanto; Apanha Peixe, localizado em Caraúbas e o açude de Riacho da Cruz.


O açude Flechas, localizado em José da Penha, acumula 8.383.275 m³, correspondentes a 93,67%, da sua capacidade total, que é de 8.949.675 m³. Em comparativo com a última sexta-feira, o manancial perdeu volume, ele estava com 8.524.875 m³, equivalentes a 95,25% da sua capacidade. Já com relação ao mesmo período de 2020, o reservatório está em melhor situação, acumulava 1.057.800 m³, percentualmente,  11,82% do seu volume total. 


No mesmo período de maio de 2020, os reservatórios que estavam com mais de 90% da sua capacidade eram: Passagem, com 99,44%; Santana, com 99,83%; Morcego, com 99,37%; Santo Antônio de Caraúbas, com 98,50% e Pataxó, com 99,39%. 


Situação das Lagoas


A lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte da capital, acumula 11.019.525 m³, que correspondem a 100% da sua capacidade. 


Já a lagoa do Bonfim, responsável pelo abastecimento da adutora Monsenhor Expedito, acumula 42.063.950 m³, percentualmente, 49,92% do seu volume total, que é de 84.268.200 m³. 


A lagoa do Boqueirão, que atende a usos diversos, acumula 10.116.022 m³, correspondentes a 91,34% da sua capacidade total, que é de 11.074.800 m³. 

Nenhum comentário:

Seguidores