Icém Caraúbas Polícia Civil deflagra Operação “Revuada” e prende 3 suspeitos no Interior do RN - Icém Caraúbas Polícia Civil deflagra Operação “Revuada” e prende 3 suspeitos no Interior do RN - Icém Caraúbas

Ultimas

Post Top Ads




sexta-feira, 24 de dezembro de 2021

Polícia Civil deflagra Operação “Revuada” e prende 3 suspeitos no Interior do RN

Polícia Civil deflagra Operação “Revuada” e prende 3 suspeitos no Interior do RN


Policiais civis da Delegacia Municipal (DM) de Caicó deflagraram, nesta quarta-feira (22), a Operação “Revuada”. O objetivo da operação foi combater o tráfico de drogas em Caicó, visando desarticular um grupo organizado que atuava na zona sul do município. A ação, que contou com cães farejadores, resultou no cumprimento de 11 mandados de busca e apreensão, em três bairros da cidade, além de três mandados de prisão preventiva. 


Foram presos, nesta fase da operação, os investigados: Ronaldo Paulino da Costa Santos, mais conhecido como “Corujinha”, “Mucego” ou “Maguim da 12”; Pedro Henrique Oliveira da Silva, mais conhecido como “Pedrogas” ou “Totó”; Wesley Divino Alves da Costa, mais conhecido como “Andarino”, todos pela suspeita da prática do crime de associação para o tráfico de drogas. Outros três suspeitos por integrarem a associação estão foragidos da Justiça. 


Ao longo da ação, foram apreendidos: documentos, porções de drogas, além de substância popularmente conhecida como “Loló”, motivo pelo qual três suspeitos foram conduzidos para a delegacia; na ocasião, foram lavrados dois Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs). A operação policial teve expressivo apoio da Polícia Militar (6º BPM, 13º BPM, 3ª CIPRV e 5ª CIPM) e das Delegacias Municipais (DMs) de Patu e de Santa Cruz, da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) de Mossoró, da Delegacia de Homicídios de Mossoró (DHM), além das demais unidades vinculadas à 3ª DRP de Caicó. 


A operação foi intitulada em referência ao líder desta associação para o tráfico, que se encontra foragido da Justiça. Três suspeitos foram encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça. 

Nenhum comentário:

Seguidores