Icém Caraúbas Comunidade se une e aluga casa para idoso de 74 anos que morava na rua em cidade do RN - Icém Caraúbas Comunidade se une e aluga casa para idoso de 74 anos que morava na rua em cidade do RN - Icém Caraúbas

Ultimas

Post Top Ads






quarta-feira, 11 de maio de 2022

Comunidade se une e aluga casa para idoso de 74 anos que morava na rua em cidade do RN

Comunidade se une e aluga casa para idoso de 74 anos que morava na rua na Grande Natal
Foto: Ayrton Freire



Mesmo em situação de rua, “Seu” João preferia cantar e mal sabia que a música mudaria a sua vida. A voz forte do idoso de 74 anos chamou a atenção da técnica de enfermagem Cleci dos Santos, que mora perto de onde ele vivia no conjunto Cidade Verde, em Nova Parnamirim, na Grande Natal.


“Eu ouvi um louvor que falava de gratidão e eu saí cantando ao encontro de quem estava cantando. E aí quando a música acabou, eu acabei conhecendo a história dele”, contou Cleci. As andanças de Seu João começaram depois da morte da esposa. Foi a partir dali que ele saiu de Fortaleza para se dedicar a missões em várias igrejas.


Um trabalho voluntário que lhe garantia o básico: abrigo, água e comida. “Essa caminhada foi longa: 27 anos de Evangelho. Eu chegava na igreja, me identificava, e ia me entrosando na faxina e em qualquer coisa”, explicou o idoso.


Mas Seu João ficou desamparado na última igreja onde buscou ajuda e se viu, então, nas ruas. Mas o bom humor de alguém que estava tão vulnerável conquistou a vizinhança. “Eu comecei a perceber que outras pessoas também estavam levando comida pra ele. Até que a gente tomou a decisão de tirá-lo da rua”, destacou Cleci.


Seu João ganhou uma casa, que os vizinhos alugaram para ele. Os próprios vizinhos se revezam para levar comida e cuidar dele, que tem cinco filhos, com os quais não tem contato há anos.


“Roupa, calçado essa é a necessidade. Mas tudo que vier pra ele será muito bem-vindo. Além disso, estamos tentando um oftalmologista e um dentista, já que ele tem catarata e não tem mais dentes”, falou Cleci.


Os vizinhos tentam também recuperar a documentação do idoso. Ele perdeu todos os documentos e, só com eles, será possível ter acesso a benefícios.


G1 RN

Nenhum comentário:

Seguidores